Fundos de Investimento

Um fundo de investimento é uma forma de aplicação financeira, formada pela união de vários investidores que se juntam para a realização de um investimento financeiro, organizada sob a forma de pessoa jurídica, tal qual um condomínio, visando um determinado objetivo ou retorno esperado, dividindo as receitas geradas e as despesas necessárias para o empreendimento.

A administração e a gestão do fundo são realizadas por especialistas contratados. Os administradores tratam dos aspectos jurídicos e legais do fundo, os gestores da estratégia de montagem da carteira de ativos do fundo, visando o maior lucro possível com o menor nível de risco. Os fundos de investimento buscam retorno ao investir em diversas modalidades de renda fixa, índices de preços, moeda estrangeira ou de renda variável, dependendo da estratégia de cada fundo.

Principais características das aplicações em fundos de investimento:

  • A quem se destina? Para PF e PJ.
  • Vantagens: diversificação; sensação de segurança ao delegar decisões a um gestor profissional.
  • Desvantagens: custos operacionais.
  • Rentabilidade: varia de acordo com o perfil do fundo.
  • Resgate: a grande maioria possui liquidez diária ou em D+1. Dependendo da estratégia do Fundo pode ser até em D+30 dias.
  • Mínimo para investir: depende do perfil do fundo, a maioria tem acesso através de R$10.000,00.
  • Risco: varia de acordo com o perfil do fundo, que pode ser bem conservador ou arriscado.
  • Tributação: depende do tipo de fundo. Para os de Renda Fixa e Multimercado, a regra padrão é a tabela regressiva de renda fixa, que vai de 22,5% até 15,0%. Os fundos de Ações tem tabela padrão de Imposto de Renda de 15% sobre o ganho.